domingo, 9 de março de 2014

Perdi.


E hoje ouvindo aquela música melancólica que nos traduzia as sete da manha dentro do ônibus, senti meus olhos molhados. Me segurei.Primeiro porque o que sucederia seria minha derrota.Estou lutando contra essas danadinhas e um certo tempo ,mesmo me sentindo uma represa cada vez mais cheia e com a barragem pra estourar.E estava vencendo orgulhosa a guerra.Mas ouvindo aquela voz irritante da cantora melosa , elas começaram um forte contra-ataque.E me paralisaram.Não conseguia trocar de música.Só ouvir toda a nossa história turbulenta e linda em forma de música. E o dia todo elas ficaram gritando coisas que eu não queria lembrar no meu ouvido. Testando minha força.E eu estava conseguindo (com muito custo) manda las calarem a boca , ou que pelo menos , gritassem mais baixo.
Mas chegando em casa, enquanto tentava colocar ordem no meu canto pela 15° vez nessa semana, achei suas coisas. Um encontro que tentei evitar o quanto pude.E uma a uma , as separei, deixando de lado com elas tudo que vivemos.E procurando não ouvir as malditas gritando , deixei as músicas mais altas que elas.
E estava adiantando. E ai olhei o Fito.Ele me olhou com uma cara tristonha, cabisbaixo, jogado no canto do quarto , segurando um coração virado que antes carregava um ‘eu te amo’ e agora é apenas um ‘adeus’ frio com ameaças idiotas.E ninguém virou o coração.Nem eu , nem você, e nem o acaso.E percebendo essa constatação do destino , sentei.E ai elas me venceram , e vieram correndo para o chão, passando pelo meu rosto e arrancando meu rímel sem pedir licença.
Ta, assumo: hoje perdi a batalha. Mas não a guerra.Amanhã eu volto a lutar , mas hoje aceito a derrota.Estava precisando mesmo de um dia de rendimento.

1 comentário:

  1. :o Amei seu texto! Traduz exatamente como nós nos sentimos às vezes. Parabéns!
    Cantinho da Annie

    ResponderEliminar

Oi pessoal tudo bem?
Fiquei muito feliz em te ver por aqui. Espero que tenha gostado do post's pois foi feito com muito carinho para vocês.
Se quiser deixar seu recadinho, vou amar ler a sua opinião, mas certifique-se que leu tudo para não escrever bobeira.
E não se preocupe, vou retribuir cada visita, afinal somos amigas e construímos isso juntas.
Beijos, Naah!